sábado, 16 de outubro de 2010

Salada Musical

Não ouço rádio.

Mentira, ouço sim, mas só notícias, e quando estou no carro indo pro trabalho. Quando viajo, coloco CD.

Nele, diversas músicas do "meu tempo" (calma lá, tenho só 35 anos!). O que me chateia é que não conheço coisas novas. Não é falta de oportunidade, é porque não sinto vontade mesmo. Sinto-me um ser de outro planeta quando entro em discussões musicais com os mais jovens por conta disso.

Elis, Clara, Pink, Beatles, Sérgio Reis, Balão Mágico (sim, é isso mesmo!), Nikka Costa, Caetano e muito rock nacional dos anos 80. Tudo misturado num único CD. Salada!

Tenho meu lado italiano: Eros, Laura, Andrea, Pavarotti e Rita Pavone! Tutti buona gente!

Outro dia "re-ouvi" Renato Teixeira e Carmina Burana na sequência. Queria relaxar, botei Fênemê, que quase ninguém chama por esse apelido carinhoso. Depois? Amado Batista, lógico!

O fato é que acompanhei os primeiros anos da MTV, quando Patience do GN'R ficava semanas e semanas no primeiro lugar do top 10 (com a Astrid, aquela mesma do GNT).

Mas meu amor pela música começou bem antes, com Roberto. Coisa de mãe, que tinha todos os discos. Não gosto do Roberto de hoje... Ele perdeu uma cafonice maravilhosa que tinha até a década de 80. Ainda canto junto "Nossa Senhora", mas "de cor" mesmo, só aquele beijo que eu te dei. Convenhamos, não se esquece um beijo.

Mas amor de verdade? Ah! Chico! É que tem certos dias em que eu penso em minha gente e sinto assim todo o meu peito se apertar. Depois passo pra Gonzaguinha e fico com a pureza das respostas das crianças. Amo crianças, e elas me amam. Xuxa não: Trem da Alegria, pois viver a vida mantendo a criança dentro da gente faz com que ela fique mais bonita (e eventualmente, suportável).

Mas poucos aqui sabem que curumim gosta de criança, e essa nostalgia musical que embala meus momentos solitários me fez entender meu pai quando comenta de Teixeirinha, ou ainda de Cartola ou Pixinguinha. Este, eu conheci em Rosa, tão bonita e graciosaMarisa quem me apresentou.

Tudo bem, não sou tão tapado... Hoje tem o Teatro Mágico, e outro dia me apresentaram o "Rafinha Acústico". Que musiquinha maravilhosa! Descobri que existe vida inteligente e bom gosto no mundo (não leve a mal, deve ter mais sons e idéias interessantes por aí).

Recentemente teve o festival SWU, e fiz questão de assistir alguns shows. Deusa: Joss Stone. Que voz, que beleza, que... soul! Sublime fez bonito, e fui apresentado (ainda que informalmente) ao Dave Matheus (sim, moro em outro planeta!). Não ví LP (não estou falando do vinil). Estava com medo de perder minhas referências. Na moral? Pois é.

Mas na roda de amigos o que rola é Legião, isso quando um não grita "toca Raul". Lembro que queria ver o escuro do mundo e que meus heróis morreram de overdose. Ou cirrose. Ou ambos. Lennon, Jim, Caju, Raul, Elis e Renato, só para citar alguns.

Troco o CD. Ramones, Rush, Ealges, Mamonas (mais salada!). Sou um herbívoro musical, mas já extinto como os dinossauros. Talvez precise renascer... Aí coloco Antonio Marcos pra tocar.

Meu pai diria: Meu filho, Deus que lhe proteja.

4 comentários:

LyRodrigues disse...

Quer saber minha opinião? Se as pessoas soubessem saborear essa salada, te garanto que existiriam mais músicas de qualidade por aí.

Já falei que amo te ler? Já, né?

Beijo nessa alma etc etc minha!

Guará Matos disse...

Para acompanhar sua "salada", que tal uma receita de vatapá, também é uma grande mistura. Vamos lá?

VATAPÁ
Composição: Dorival Caymmi

Quem quiser vatapá, ô
Que procure fazer
Primeiro o fubá
Depois o dendê
Procure uma nêga baiana, ô
Que saiba mexer
Que saiba mexer
Que saiba mexer

Bota castanha de caju
Um bocadinho mais
Pimenta malagueta
Um bocadinho mais
Amendoim, camarão, rala um coco
Na hora de machucar
Sal com gengibre e cebola, iaiá
Na hora de temperar

Não para de mexer, ô
Que é pra não embolar
Panela no fogo
Não deixa queimar
Com qualquer dez mil réis e uma nêga ô
Se faz um vatapá
Se faz um vatapá
Que bom vatapá
____
ABRAÇOS.

Unknown disse...

"tudo vale a pena se a alma não é pequenA" deixo sempre o mesmo Pessoa falar por mim

você pode fazer algum banner ou selo ou coisa do tipo ^^

vou tentar uns aqui

abraços amigo

Michelle Lynn disse...

Sua salada é magnifíca.
Adoro a grande maioria dos músicos que vc selecionou.
Nas rodinhas de violão sempre rolaram Legião, Raul, Blits (acredito que vc deve gostar tbm), Marisa Monte... enfim, sua salada é da minha época tbm!!
Abraços,
Michelle

Postar um comentário

Obrigado por comentar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...